AE, 07/12/2009

A conferência de 192 nações com a missão de alcançar um novo acordo para conter o aquecimento global começou hoje em Copenhague, na Dinamarca. Nos próximos 12 dias, membros da Convenção-Quadro da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Mudanças Climáticas vão negociar a respeito da redução das emissões de dióxido de carbono (CO2), o principal gás causador da mudança climática. O encontro terá seu clímax em 18 de dezembro, quando será encerrado com uma cúpula de mais de cem chefes de Estado.

 

Os países também vão discutir a construção de um mecanismo para canalizar centenas de bilhões de dólares em ajuda para países pobres, ajudando essas nações a reduzir a emissão de gases de efeito estufa e aumentando as defesas contra enchentes, tempestades e elevação do nível dos oceanos.

 

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou ontem estar otimista com os resultados da convenção. "Sou muito otimista sobre Copenhague. Chegaremos a um acordo e acredito que ele será assinado por todos os países membros da ONU, o que seria um fato histórico", disse. "Todos os líderes concordam que temos o mesmo objetivo, que é combater o aquecimento global." As informações são da Dow Jones.