Meu perfil
BRASIL, Sul, MARINGA, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese



Arquivos
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Zaniratti (política no cotidiano)
 Angelo Rigon
 Portal Estacao 13
 Ministério do Meio Ambiente
 Ibama
 João da Caixa
 historias ambientais
 Joka Madruga
 blog fonte do maracajá
 Blog do Valdeci
 Blog do Rubem Mariano
 Blog do Pegoraro
 Blog do Carlos Giovanni
 Blog da Lucimar
 Projeto EA/UEM




Blog do Marino
 


google

BUDA (Século V a.C)

 

É espantoso que um homem possa ser tão mau a ponto de quebrar um galho da árvore depois de lhe comer os frutos.

 

Nascido Sidarta Gautama em família real do norte da Índia, no século V a.C. Adotou desde cedo uma vida de contemplação, meditação, austeridade e simplicidade para entender o enigma da vida e da morte, e para aliviar o desespero intolerável que sentia diante do interminável e sem sentido ciclo de morte e renascimento, até que chegou à iluminação (nirvana).

 

Já se disse que “o Buda Gautama nasceu, chegou à iluminação e morreu sob as árvores”. “Assim disse o Buda (...) buscando o estado supremo da paz sublime, eu vaguei (...) até (...) que vi uma linda floresta, e me sentei, pensando, ‘De fato, esse é um lugar adequado para buscar a realização do Nirvana’”. Gautama estava provavelmente reagindo à rápida urbanização comercial e à ascensão das classes de mercadores e artesãos na sua região, e a uma concomitante economia agrária responsável pelo desflorestamento da região do Ganges e conseqüente desaparecimento da vida animal do seu habitat natural.

 

Uma idéia que hoje se considera a chave para o aumento da consciência ecológica budista ao longo de dois milênios e por toda a Ásia é a do “origem dependente” (pratitya-samutpada): “na origem disso, aquilo nasce”. O princípio causal da interdependência registra uma visão ecológica que, como bem disse um intelectual de nossos dias, “integra todos os aspectos da ecosfera – indivíduos particulares e espécies gerais – em termos do princípio da co-dependência mútua”.

 

Dalai Lama (que é a reencarnação de Buda na atualidade) é um defensor ardente da compaixão ambiental e de uma ética de responsabilidade universal que, segundo ele, está muito ausente no mundo febril de nossos dias.

 

Observação: o texto acima foi extraído da obra de Joy A. Palmer, intitulada “50 grandes ambientalistas: de Buda a Chico Mendes”, traduzida por Paulo Cezar Castanheira, editada pela Editora Contexto, no ano de 2006, em São Paulo. Prefiro não fazer qualquer comentário em respeito ao trabalho de Joy A. Palmer, que merece transcrição literal. Para aqueles/as que desejam aprofundar o conhecimento sobre os ambientalistas ali indicados eu recomendo a leitura da referida obra. Marino Elígio Gonçalves.



Escrito por Marino às 15h37
[] [envie esta mensagem
]





google

DE BUDA A CHICO MENDES

 

Caros amigos e amigas, darei hoje início a uma série de informações sobre os principais ambientalistas desde Buda a Chico Mendes. Trata-se de compilação fiel da obra de Joy A. Palmer, intitulada “50 grandes ambientalistas: de Buda a Chico Mendes”, traduzida por Paulo Cezar Castanheira, editada pela Editora Contexto, no ano de 2006, em São Paulo. Prefiro não fazer qualquer comentário em respeito ao trabalho de Joy A. Palmer, que merece transcrição literal. Para aqueles/as que desejam aprofundar o conhecimento sobre os ambientalistas ali indicados eu recomendo a leitura da referida obra. Marino Elígio Gonçalves.



Escrito por Marino às 14h47
[] [envie esta mensagem
]





Assembléia da ONU:google

Mudanças Climáticas

22/09/2007

 

Meio Ambiente e crises regionais dominam a Assembléia Geral da ONU

 

As mudanças climáticas e as crises regionais vão ocupar o primeiro plano do cenário diplomático mundial na Assembléia Geral da ONU, que começa a partir deste fim de semana, em Nova York.

 

Antes da abertura dos debates gerais na próxima terça-feira (25), os chefes de Estado estão convidados a participar em uma série de reuniões multilaterais sobre os temas mais controversos, do Oriente Médio às mudanças climáticas – o tema oficial do encontro -, passando pelo Afeganistão e Iraque.

 

Na segunda-feira (24), o chefe da ONU presidirá uma reunião sobre um tema considerado prioritário, o aquecimento global, onde são esperados cerca de 80 chefes de Estado.

 

Com o título de "O futuro está em nossas mãos: como enfrentar o desafio da mudança climática", a reunião "irá enviar uma forte mensagem política aos dirigentes do planeta, antes das negociações de dezembro em Bali", sobre o protocolo de Kyoto, disse Ban.

 

"Temos que agir rapidamente e chegar a um acordo forte antes de 2009, para que entre em vigor no final de 2012", adicionou.

 

Quanto ao debate propriamente dito, o grande momento será na terça-feira (25), com o discurso do presidente americano George W. Bush, seguido, à tarde, pelo mandatário Mahmud Ahmadinejad. Bush negou o convite para debater com Ahmadinejad diante da Assembléia.

 

Fonte: Yahoo Brasil (Disp. http://www.ambientebrasil.com.br/noticias)



Escrito por Marino às 18h09
[] [envie esta mensagem
]





Caros amigos e amigas.

O poema acima é de autoria de Rosemari que transferi de seu blog: http://poemaseamores.blogspot.com (sem pedir a ela! espero que ela me perdoe).

A Rosemari deixou um comentário em meu blog se lamentando de que a maioria das notícias sobre o meio ambiente são tristes, retratam destruição e têm como principal agente disso tudo o ser humano.

De fato, sou forçado a reconhecer que boa parte das notícias são ruins, porém, a gente sabe que pode contar com muitas pessoas que demonstram sua indignação e exigem a mudança de comportamentos e do próprio modelo de desenvolvimento que temos, o qual não leva em consideração a importância de todos os seres vivos e da própria Natureza em si.

Algumas pessoas, como a Rosemari, utilizam a Poesia para dar mais força e alento àqueles e àquelas que desejam um mundo diferente em que o ser humano se compreenda também como parte integrante da Natureza e, por isso mesmo, assuma seu papel de ator principal na luta contra a destruição, o extermínio e imponha uma nova concepção sobre a necessidade do cuidado, da solidariedade, da harmonia e do amor entre todos os elementos que compõe a nossa magnífica e esplendorosa Natureza.

Marino Elígio Gonçalves



Escrito por Marino às 10h53
[] [envie esta mensagem
]





google

Mais vermelha do que nunca

Felipe Lobo– O ECO - 12.09.2007

A União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) divulgou nesta quarta-feira a sua tradicional Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas de 2007. Uma vez por ano, o mundo se atualiza quanto aos impactos de suas ações nas espécies vegetais e animais ao redor. E como era de se prever, o desempenho da humanidade é pior a cada dia. Para se ter uma idéia, mais de 41 mil espécies foram analisadas em todos os continentes e nada menos que 16.306 estão ameaçadas de extinção. Isso quer dizer que em relação à lista do ano passado, 188 novas espécies passaram a integrar essa categoria.


O levantamento – o mais conceituado deste tipo no mundo – concluiu que estão em situação de risco um entre cada quatro mamíferos, uma em oito aves, um terço de todos os anfíbios e 70% das plantas avaliadas. O anuário também destacou declínio acentuado dos grandes primatas e a inclusão de 10 tipos de corais das ilhas Galápagos no extenso conjunto dos seres vivos que correm extremo perigo. A situação é no mínimo preocupante, já que é a primeira vez que esses organismos são sequer pesquisados segundo os critérios da Lista Vermelha. Pesquisadores acreditam, por exemplo, que o coral solitário de Wellington, que costumava ser facilmente encontrado nas águas de Galápagos há alguns anos, esteja extinto. No caso dos gorilas ocidentais, eles passaram do status de muito ameaçados para extremamente ameaçados em virtude do forte comércio de sua carne e do vírus ebola. Sua população diminuiu cerca de 60% nos últimos 25 anos.

 
E não apenas eles estão na corda bamba. As aves também correm riscos. Na verdade, 1.217 espécies estão listadas nas três categorias de maior perigo (criticamente ameaçada, muito ameaçada, vulnerável). Os urubus de cabeça vermelha e egípcio deram um salto em seu status na relação de um ano para o outro. Enquanto em 2006 o primeiro aparecia como quase ameaçado, emplacou em 2007 como perigo crítico. O pulo do segundo teve tanta importância quanto: se, no ano passado, a preocupação com o urubu egípcio era menor, este ano ele é muito ameaçado. Os motivos, mais uma vez, recaem sobre causas antrópicas. Nos últimos oito anos, a diminuição ocorreu graças ao uso de fertilizantes químicos em pastagens, que contaminam as aves.

 

Felizmente, um tipo de begônia da Malásia foi a única planta declarada extinta este ano. Mas a boa notícia pára por aí. Ao todo, os cientistas investigaram 12.043 espécies vegetais, sendo que 8.447 correm algum tipo de risco. E as ilhas de Galápagos contribuem novamente para a extensa relação, desta vez com 74 algas. Delas, seis devem ser consideradas completamente extintas muito em breve. “Com a sobrepesca, os efeitos na cadeia alimentar são muito catastróficos. Os grandes predadores são capturados e deixam de se alimentar de outros animais que comem as algas e os corais”, explicou o oceanógrafo e colunista de O Eco, Frederico Brandini.



Escrito por Marino às 17h32
[] [envie esta mensagem
]





Uol notícias

 

Olá pessoal. Desculpe a minha ausência por esses dias, mas, é que eu estava ativado na elaboração de um texto para o X Encontro Paranaense de Educação Ambiental.

Reinicio o blog com uma notícia interessante sobre o meteorito que caiu no Peru. O choque provocou uma cratera de 30 metros de diâmetro com profundidade de 6 metros. É algo imprescionante que faz a gente pensar quão desafios tem a Terra. Não basta a ameaça interna feita, em grande parte, pela humanidade, tem de se proteger das ameaças do próprio Universo.

Obrigado pela paciência. Boa leitura. Marino Elígio Gonçalves.

 

Deu na mídia:

 

Meteorito provoca cratera de 30 metros ao cair na fronteira do Peru

de Lima - 17/09/2007 - 15h56 – UOL NOTÍCIAS

Um meteorito caiu na noite de sábado (15) na região peruana de Puno, perto da fronteira com a Bolívia, formando uma cratera de 30 metros de diâmetro e seis de profundidade, informou hoje a imprensa local.

Um objeto luminoso caiu pouco antes da meia-noite de anteontem no povoado de Carancas, na província de Chucuito, cerca de 1.300 quilômetros ao sul de Lima.

Segundo fontes da Direção Territorial da Polícia, os alarmados habitantes da região ouviram um grande barulho, que parecia ser de um avião em queda.


Posteriormente, as testemunhas viram no céu um objeto luminoso em chamas que se chocou contra a terra, produzindo uma explosão que deixou restos de matéria carbonizados.


O meteorito não feriu nenhuma pessoa, mas as autoridades investigam se os restos achados na região são de animais que podem ter morrido carbonizados em virtude da explosão.


Os camponeses da localidade temem o surgimento de alguma doença, já que lascas de chumbo e prata foram liberadas no choque do fragmento de meteoro com o solo, informou a emissora local "RPP".


O membro da Academia Nacional de Ciências Modesto Montoya disse à agência estatal Andina que a queda de meteoritos no Peru não provoca perigo algum, a não ser que atinjam alguma estrutura.


"Nenhum dos vários meteoritos que caem no Peru e fazem perfurações de tamanhos variados são prejudiciais para pessoas, salvo que caiam em uma casa", disse Montoya.


Em junho, outro meteorito caiu na colina Mascapampa, na província de Arequipa (sul), deixando a população alarmada.



Escrito por Marino às 16h50
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]